Da pesquisa à inovação

Como pesquisadores, é comum nos vermos cercados de páginas intermináveis de teses, dissertações e artigos científicos, carregados de horas e horas de esforço e dedicação, que por muitas vezes acabam esquecidas e subutilizadas nas prateleiras do conhecimento.

Não há dúvida que a pesquisa científica nos conduz a descobertas fascinantes, mas cabe um sério questionamento sobre nossa capacidade em tornar as pesquisas em algo realmente tangível. Pensando nisso, uma onda de iniciativas tem buscado potencializar o processo de transformação da pesquisa básica e aplicada em soluções de verdadeiro impacto na sociedade.

Nesta nova dinâmica, não basta redigir os relatórios finais e galgar publicações em revistas renomadas, mas sim é preciso responder: de que forma esta pesquisa irá melhorar a vida das pessoas? Como comunicar os resultados de uma maneira clara e objetiva? É possível transformar estes resultados em produtos e serviços?

Alinhado com estes propósitos, durante o mês de novembro a Geplant esteve imersa em um período de 2 semanas participando do programa Leaders in Innovation Fellowships liderado pela Royal Academy of Engineering em Londres, sendo premiada com o terceiro lugar entre os “pitches” apresentados pelos projetos brasileiros.

Entre muitas conexões e aprendizados, fica uma grande mensagem: as necessidades mudam cada vez mais rápido e o conhecimento só vale a pena quando compartilhado. Grandes ideias nascem a todo momento, porém é preciso construir as habilidades que diferenciam o pensar do executar.

Publicado em 6 de dezembro de 2018

Artigos e Notícias

Veja mais
Geplant Tecnologia Florestal Ltda.
CNPJ 22.389.448/0001-81
Website por Index Soluções
Fotografia por Daniel Carvalho